domingo, 15 de janeiro de 2017

Começando os Trabalhos com um Faxinão

Mesa de alguém mais organizado (e rico) que eu.

Opa, beleza?! Têm uns duzentos anos que eu não venho aqui, né?! Mas vamos pular o de sempre que só de pensar nessas desculpinhas por atraso já dá vontade de não voltar. Inclusive, esse texto é parte da resolução do problema. Vamos tirar a poeira do blog!

Estou começando um novo ano, cheio de novos projetos, de novas vontades, novos sonhos e uma coragem renovada, assim como eu posso apostar, você também está. Só que tudo isso aí, tudo isso se esgota se você se você não canalizar para algo prático, para algo físico, nem que seja simbólico.

Você pode assistir todos os seis filmes do Rocky de uma só vez, que não vai mudar nada se não botar a mão na massa e transformar essa energia empolgante em algo real.

Eu gosto de canalizar num MEGA-FAXINÃO!
Percebeu a caixa alta (ou caps lock, para os mais novinhos)? Percebeu o negrito e o sublinhado? Percebeu a exclamação no final da frase? Então... tudo isso é porque o faxinão é grande e louco mesmo. Daqueles que só de pensar em começar já dá suor frio, saca? Daqueles que eu vou levar quase o mês todo para realizar, porque ele envolve tudo na minha vida? Daí, para criar coragem, eu divido ele em fases e tudo fica mais bonito e beleza.

Por exemplo. Hoje, pouco antes de começar a escrever esse texto, eu estava faxinando minhas playlists do Spotify e olha... valeu muito a pena! (Aproveita o embalo e me segue lá, clicando aqui)

Eu comecei simples, comecei maroto, mas comecei bem. Tirei uma meia horinha para ouvir música boa e apagar ou colocar no lugar certo aquelas faixas que a gente descobre na correria do dia a dia e salva para depois, mas nunca mais volta lá, sabe?! Pois é. Pode não parecer, mas as coisas digitais juntam muita, muita bagunça mesmo, e o pior é que é uma bagunça mais fácil de ignorar que a física, aí... aí fica mais fácil postergar e não tomar uma atitude. Dúvida? Olha a área de trabalho desse maluco aqui:

Amigo, você precisa de uma faxina. Ou de uma ajuda na sua vida. Ou dos dois!

A próxima tarefa é dar uma limpeza caprichada nos backups do Google Fotos que, apesar de bastante útil, acaba captando muita coisa inútil. O ideal seria fazer isso mensalmente, mas o tempo foi passando e eu não voltei lá, e aí a bagunça acumulou e enfim, vamos lá, continuar ouvindo música boa, fazer uma limpeza danada, rir de umas fotos estranhas enquanto não dá a hora de passar o café para viver feliz nesse resto de domingo maravilhoso.

Mal tamo junto, mas meu fechamento já é você, mozão.
Ontem eu organizei os ebooks, na segunda começo a organizar novamente os livros físicos, que vão diminuir drasticamente de quantidade graças ao presentinho de natal atrasado que foi o lindo do Kindle. S2

Você deve estar pensando "Ué, mas ele só tá mexendo no computador, não tá fazendo faxina coisa nenhuma...". Aí eu te convido a dar uma pensada em como estão organizadas suas fotos, músicas, vídeos, emails e livros digitais. Se todos estão no lugar, arrumadinhos, provavelmente você é dos que não acham que o tempo gasto organizando as coisas é tempo perdido. Se não, já sabe minha dica, né?! 

Com nossas "coisas" (digitais e físicas) organizadas, fica muito mais fácil levar a vida. Você acha mais fácil o que precisa e evita aquela vontade de deixar para depois seja lá o que for fazer porque não sabe como começar.

O segredo é aproveitar a mudança de ano, que é simbólica, e realizar mudanças palpáveis e reais para otimizar sua vida e transformar você na pessoa que você sempre quis ser, mas estava com preguiça demais para dar o primeira passo no meio de agosto de 2008, setembro de 2010, julho de 2015, dezembro de 2016.

Deixo vocês com um abração e uma playlist incrível de covers acústicos que achei no meio da minha bagunça (tá vendo, o digital fica tão - ou mais - bagunçado que o físico). Mas se você estiver precisando de uma playlist para dar um gás na mudança, CLICA BEM AQUI E VAI!