segunda-feira, 30 de junho de 2008

"Só porque estou perdendo, não significa que esteja perdido"

Você sabe, sempre tem mais motivos que imagina para atravessar a rua e encarar seus próprios medos.
Dá sim para recolher a cortina e abrir a janela para um novo mundo de possibilidades.
Aos poucos, você vai aprendendo que somos nós que deixamos a vida entendiante, rotineira...
As coisas se repetem? Sempre do mesmo jeito?
Ok! Amigo, mas... é você quem faz as coisas ou as coisas fazem você?
Quem tem o controle?

Sabe... Nem toda desafinada é feia...
Às vezes você comete um deslize e se culpa tanto por ele... tsc tsc
Você poderia estar rindo de si mesmo, pensando na cara das pessoas quando você contar a elas como você cometeu uma bela cagada.
Todo mundo ao seu redor está suscetível a errar, graças a Deus.
Isso é positivo! O erro ser uma coisa humana é positivo, afinal... Se todo ser humano pode cometer erros, sempre dá para culpar outro alguém.
E você estava aí encucado, pensando que quando comete um erro no início do percurso, tudo mais vai por água abaixo.
Faça diferente, faça assim: A cada novo erro comemore o aprendizado de uma nova maneira de não errar de novo.
Ou comemore o fato de ter um novo motivo para rir de si mesmo, porque rir faz tãããão bem.
Não deixe o medo de errar controlar você!
Lembre-se quem deve estar no controle...

E quando quiser inovar, inove.
Quando desejar dançar, dance...
Quando sentir vontade de mudar os móveis de lugar, não pense no trabalho que vai dar. Pense na sensação de espaço livre que a gente sempre tem quando reorganiza a casa.
Reorganize a vida!

E mude esses móveis velhos de lugar, dentro do seu coração.
Troque a cor das paredes, das cadeiras, do carpete e do relógio de parede.
Ou melhor, desligue o relógio de parede do coração... Você não precisa saber quando é hora de amar.
Sempre é hora de amar.
Então, respire fundo e prepare-se para ligar a tevê das emoções de frente para o sofá do comodismo.
Assista diversas vezes a novela da sua vida.
Dê uma chance a uma nova trilha sonora, novos enquadramentos e novos personagens à cada episódio.
Dedique-se a entender o que se passa na história.
E de vez em quando, desligue essa tevê e deite tranqüilamente no sofá. Se entregue ao prazer de sempre fazer as coisas repetidas vezes da mesma maneira.
Mergulhe um pouco na piscina da insana segurança.

Porém, nunca deve se esquecer,
o controle da sua vida deve possuir somente a você!